Desde 2012, acredito que essa seja a primeira vez que um time brasileiro terá realmente chances de vencer um europeu numa possível decisão


Teremos grandes confrontos nas semifinais da Copa Libertadores. Os brasileiros (Atlético-MG, Flamengo e Palmeiras) são os grandes favoritos ao título. O outro classificado é o Barcelona-EQU, que eliminou o Fluminense. Infelizmente, não teremos um Fla-Flu.


Qualquer um dos três brasileiros poderá jogar de igual para igual contra o Chelsea em uma possível final no Mundial de Clubes. São ótimos times. Eu não tenho a "síndrome de vira-lata".


Desde 2012, quando o Corinthians venceu o mesmo Chelsea, pode ser a primeira final de Mundial em que um time brasileiro realmente terá chance de vencer. Claro, se chegar até lá.

Não estou falando que será fácil, mas temos três times de altíssimo nível e que podem jogar contra qualquer um, inclusive os europeus. O Chelsea é uma equipe forte e, claro, também quer esse título.


Brasileirão

Teremos uma rodada importante, com o primeiro turno se aproximando do fim. Aquela conversa de que o campeonato é longo está diminuindo. Logo vai começar o desespero para fugir do rebaixamento. Para mim, essa é a realidade de quem tem 19 pontos ou menos. A Chapecoense está praticamente rebaixada.

Lá em cima, a briga pelo título deverá ser entre Atlético-MG, Palmeiras e Flamengo. Acredito que o Fortaleza continuará entre os primeiros, mas ficará com uma vaga na Libertadores.


O Bragantino está dividido com a classificação para as semifinais da Copa Sul-Americana. O time já demonstrou que, quando joga modificado, cai de rendimento.

Homenagem

Quero homenagear meu amigo e fantástico cinegrafista Cabrera, que cobria o Corinthians na época da Democracia Corinthiana. Quando meu primeiro filho nasceu, dia 15 de março de 1986, ele foi me visitar para conhecer o Victor Hugo e me presenteou com um uniforme da Gaviões.

Sexta-feira

O dia começou agitado para muitas pessoas que a Polícia Federal foi fazer uma visita. E tem que ser assim mesmo com gente que é contra a democracia e que insiste em atacar o STF com falas golpistas. O caminho é esse para proteger a democracia dos ataques dos reacionários e amantes das ditaduras.