Ela estava imunizada com as três doses de vacina contra a Covid-19 e com a vacina contra a gripe

Exames clínicos indicaram que uma médica de 49 anos está infectada com o vírus da Covid-19, o da Influenza e o do resfriado comum ao mesmo tempo, em Botucatu, no interior de São Paulo. O caso foi diagnosticado pelo chefe do departamento de Infectologia da Unesp, que atendeu a mulher no dia 22 de dezembro.

Segundo o médico Alexandre Naime Barbosa, a paciente apresentou sintomas como febre, dor de garganta, dores no corpo e cansaço. A detecção dos diferentes vírus foi possível por meio de um exame conhecido como painel viral.

– Nossa surpresa foi que veio três positivos: o adenovírus, que causa o resfriado comum; Influenza A, provavelmente o vírus H3N2; e o Sars-Cov-2, provavelmente pela variante Ômicron – afirmou o médico.

O infectologista afirmou que a mulher estava imunizada com três doses de vacina contra a Covid-19 e com a vacina contra a Influenza.

O médico acredita que a paciente tenha se infectado por ter frequentado vários eventos sociais, incluindo encontro com amigas, um campeonato esportivo, uma confraternização e uma festa familiar, todos na mesma semana.

– Chama a atenção que, nesse final de ano, muita gente acabou relaxando e se expondo muito a festas, encontros e eventos. E essa situação de coinfecção está sendo muito comum. Esse teste não custa barato. Foi feito em uma paciente em consultório particular, com alto poder aquisitivo. Mas, como nós estamos detectando muitos casos de flurona na rede pública, provavelmente isso está acontecendo frequentemente. As pessoas estão confundindo a flexibilização com a banalização – ressaltou.